teste

Projeto Vencedor do Concurso Internacional Educarede - 2007

Uso da Internet - Ensino Fundamental 2

1 de ago de 2006

O estrago na adolescência

Muitos adolescentes acham que engravidar é algo que possa prender um relacionamento ou chamar atenção.
Quando tomam conta de suas vidas lembram que perderam a alegria de ser jovem passando a ser mãe tão cedo. Quando tem o apoio da família, muitas adolescentes se desesperam fazendo bobagem abortando, entrando nas drogas ou doando seu filho.
Hoje há milhares de jovens que poderiam estar estudando, trabalhando ou até mesmo curtindo sua juventude e não estão por terem de um filho que foi gerado na sua adolescência.
Mães jovens muitas vezes têm só o apoio de sua família, são mães solteiras porque o pai não larga a vida de solteiro para se prender em um relacionamento e mal ajuda nas despeças de uma criança.


Caic Profº Mariano Costa
Alice eAna Paula
Série:8ªA
Professora: Mariza

Segredo

Antes de ter um filho, é preciso se perguntar: "a mãe tem suficiente saúde para cuidar deles?” Que falta de consideração para com o destino de uma criança! Isso é um grave erro, não apenas para a mãe, mas também para com os filhos e a sociedade.
A satisfação da paixão é o único pensamento dos jovens “garotos” e cargas são impostas à “menina” que lhe minam a vitalidade e paralisam sua faculdade espiritual.
Nós, alunos do Caic, temos a consciência de que para tudo haverá a sua hora.
E este é um dos temas que estamos discutindo: GRAVIDEZ NA ADOLESCENCIA.


“NÃO DEVERIA GERAR FILHOS QUEM NÃO QUER DAR-SE AO TRABALHO DE CRIÁ-LOS E EDUCÁ-LOS”!

Caic Professor Mariano Costa
Aluna: Joicê Fernanda da S. Campos.
Aluna: Fernanda Cristina Anacleto
Disciplina: Língua Portuguesa
Profª: Mariza
Série: 8ª “A”

6 comentários:

Marli disse...

Parabéns pelos textos , pelas reflexões. São temas como esse que estão ligados à nossa vida que dão sentido à aprendizagem. Um grande beijo!

Anônimo disse...

E aí! Fernanda, maneiro esse texto de reflexão na gravidez para os adolescentes, pois sabemos que para tudo haverá o momento certo.
nao adianta se precipitar.

CAIC Professor Mariano Costa.
Alunas:Vanessa
Jessica
Serie: 8ªC

Joinville SC.

Anônimo disse...

Nós achamos muito legal porque fala sobre os preconceitos da gravidez, sobre o aborto, sobre os relacionamentos que não duram e os pais que não aceitam.
Porque devemos e temos obrigação de divulgar essa situação.
Gostamos muito, Professora Mariza, parabenizamos essa grande idéia, pois amamos muito a Professora.
Essa grande idéia devia ser mostrada pelo Brasil todinho, pois é muito importante.

Alunos:Amanda e Lucas.6º C
Escola Municipal Professora Anna Maria Harger.

Anônimo disse...

Alunas: Larissa C. Ramos e Tatiane Stanck
Série:6ª C
E.Municipal Anna Maria Harger




Comentários;


As meninas de hoje em dia devem pensar antes de engravidar,
Tem que pensar nas conseqüências para manter uma criança,
Ter condições para ter um bebê!?!?

Anônimo disse...

Alunas: Janaina Rodrigues nº 21.
Laís Cristina Gomes nº 23.
Nathalia Garcia Bartsch nº 29.
Série: 6ª C.
Escola Municipal Professora Anna Maria Harger.

Comentário:

Nós achamos o texto muito interessante, pois várias adolescentes de 14 anos engravidam e muitas cometem um estrago em suas vidas doando, entrando nas drogas em plena gravidez ou até mesmo abortando seu filho.
Hoje em dia muitas adolescentes poderiam estar estudando, trabalhando ou até mesmo curtindo a juventude, mas elas não podem por ter um filho para cuidar.
Antes de engravidar use preservativos, pílulas e livros e filmes educativos.

Por isso...
Pense antes de engravidar!

Anônimo disse...

Nós achamos que a gravidez na adolescência é um erro muito grave dos pais,por não existir o diálogo dentro de casa com a consciência pessoal dos filhos.
O adolescênte devia se prevenir mais na hora da relação sexual usando preservativo e conhecendo melhor o seu parceiro ou a sua parceira na hora de ir fazer sexo.
Nós estamos aqui falando sobre a gravidez na adolescência para quem estiver pensando em fazer sexo.
Lamentamos que muitas pessoas não têm a consciência que estar grávida na adolescência é muito desagradável para seus pais e para si própio.
È pior para quem não tem muitas condições financeiras para criar seus filhos.
Existe a possibilidade do pai da criança fazer filho por prazer sexual deixando a adolescente criar seu filho(a) sozinho desesperada ou então a possibilidade de abortar seu(s) filho(a) por condições financeiras.

Alunos: Airton Ferreira nº 1 e Carine Cordeiro nº 5 6ª série C
Escola Municipal Professora Anna Maria Harger